Facebook
  1. Minhas Letras
  2. N
  3. Noriel Vilela
  4. Eu Tá Vendo No Corpo (Letrta)

Eu Tá Vendo No Corpo (Letrta)

Noriel Vilela

Noriel Vilela

Eu tá Vendo No Copo

Eu tá vendo no copo, eu vai dizer:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê
Eu tá vendo no copo, eu vai dizer:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê

Ela pegou pedaço de vestido
Rapou cabelo de canela
Tudo misturou no seu café
Pra ver se sumcê deixava ela
Ensinaram tudo errado
Sumcê cada vez gostava dela

Eu tá vendo no copo, eu vai dizê:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê
Eu tá vendo no copo, eu vai dizê:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê

Escreveu o seu nome no papel
Botou na boca de um sapo
Cruzou e cozeu boca de bicho
E soltou ele no mato
Quando ele morrer de fome
Sumcê vai para buraco

Eu tá vendo no copo, eu vai dizê:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê
Eu tá vendo no copo, eu vai dizê:
Rabo de saia fez feitiço pra assumcê

Compra um bode pra desmanchar feitiço
Traz fita, traz vela pra terreiro
Em um dia vai nessa encruziada
Vagueia de espaço verdadeiro
Ou de encontro a uma avenida
Em frente a um pequeno jornaleiro.